Mundo Cruel

Os homens fazem armas atómicas a toda hora,
Crianças em todo mundo passam fome e comem lixo pelas ruas,
Pais brigam com os filhos,
Países entram em guerra,
Toda hora homens e mulheres são violentados sexualmente,
A toda hora matam seres humanos,
A natureza é destruída e o homem constroe faraónicos edifícios e usina atómicas e hidreeletricas,
Os jovens consome drogas e morrem a toda hora,
A toda hora os políticos fazem promessas para enganar o povo,
O trabalhador nesse continente continua se "matando" e vendo o seu trabalho sendo desvalorizado pelos poderosos,
Os imperialistas continuam ditando ordens no mundo,
A sociedade a cada dia que passa continua sendo mais materialista,
A repressão policial continua sendo severa para aqueles que lutam pelos seus direitos e pelo um mundo melhor,
O mundo evolui cada vez mais
Os anos passam mais depressa
O amor entre o homem e a mulher virou capitalista,
Só o homem que possui um bom carro se veste bem e tem muito dinheiro e que tem a preferência das mulheres bonitas,
O ano 2000 está chegando, Cristo está quase retornando a terra quem sabe para novamente mudar esse mundo injusto,
Apesar que o mundo poderia ser um paraíso se todo o ser humano respeitasse as leis de Deus e vivesse um pouco mais o que Cristo pregou,
Saio de moto pelas ruas da cidade,
Vejo o horizonte o sol está desaparecendo
O céu como aquele azul especial de fim de tarde aparece uma estrela solitária,
Olho para ela sinto que um dia eu vou para o encontro dela me encontrar com Jesus de Nazaré


Autor: Paulo Furtado    30/10/1986

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Poema Para Eliane

Poema Para Joelma

Vacaria Palco dos Sonhos